loader
Como adaptar seu ecommerce na pandemia em 2021

Um ano após o surgimento do novo coronavírus, o mundo ainda precisa lidar com a pandemia. Aqui no Brasil, a pandemia avançou ainda mais e muitos estados brasileiros tiveram que regressar à fase vermelha e até roxa no começo desse ano. O que fez com que milhões de lojas fechassem as portas novamente e milhões de pessoas retornassem ao isolamento social. Com as lojas fechadas e as pessoas isoladas novamente, esse é um momento para ver o crescimento do setor de eCommerce na pandemia mais uma vez. 

E, para destacar o seu eCommerce durante a pandemia e o lockdown, você precisa se adaptar e ficar atento às novas tendências do mercado. 

Preparamos esse artigo para que você se inteire sobre o cenário atual do eCommerce na pandemia e como adaptar o seu negócio para crescer ainda mais.

O cenário do eCommerce na pandemia em 2020

Em 2020, com o surgimento do coronavírus, o mundo se viu diante de um cenário atípico. Muitas lojas tiveram que fechar as portas por tempo indeterminado, as pessoas deixaram de sair e, com isso, houve um crescimento de novos consumidores online. 

Isso significou um crescimento exponencial para o setor de eCommerce que, em 2020, cresceu de forma gigantesca e bateu recordes. 

Durante a pandemia, o eCommerce brasileiro teve um crescimento de 47% em relação à 2019. Além disso, o setor totalizou mais de 1,3 milhão de lojas online. 

Isso porque muitos negócios tiveram que migrar para a versão online por causa da pandemia. Com as lojas de portas fechadas e os consumidores em casa, isso se refletiu não só em novas lojas, mas também, novos consumidores e novas oportunidades de negócio. 

De acordo com a pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) em parceria com o Movimento Compre&Confie, o faturamento do eCommerce brasileiro bateu a marca de R$ 41,92 bilhões, só em agosto de 2020. 

Os números refletem a mudança de comportamento do consumidor que, dentro de casa, passou a comprar mais online e sentiu mais segurança em apostar no eCommerce para efetuar suas compras.

O cenário do eCommerce na pandemia em 2021

Um ano após o surgimento do coronavírus, no Brasil, apesar da vacinação ter começado, o vírus avançou ainda mais, obrigando a maioria dos estados brasileiros a decretarem fases vermelhas e, em alguns casos, até a fase roxa. Isso significa que, novamente, os comércios tiveram que fechar suas portas e, novamente, a maioria das pessoas voltaram ao isolamento social. 

Mesmo em 2020, o consumidor tomou gosto por a fazer suas compras online. De acordo com a pesquisa da Criteo, 56% dos consumidores brasileiros afirmaram ter comprado no eCommerce, pela primeira vez durante a pandemia e, 94% deles, pretendem continuar comprando. 

O consumidor descobriu uma nova forma de consumo e tornou a compra online, um hábito que não pretende abandonar. 

Agora, em 2021, o vírus seguiu avançando pelo Brasil, e, para o eCommerce brasileiro na pandemia, essa é uma nova oportunidade de expandir ainda mais, conquistando novos clientes e aumentando seu faturamento. 

Nesse contexto, é muito importante que você adapte o seu negócio para conquistar novos consumidores e se destacar em um setor que cresceu tanto em um só ano.

Como o cenário ainda não mudou, ao contrário, piorou no país, a tendência é que o consumidor efetue suas compras online e o mercado fique ainda mais competitivo. 

Para isso, é importante se adaptar, buscar novas ferramentas, se atentar ao mercado, às inovações tecnológicas e maneiras de atrair os consumidores.

Como adaptar o seu eCommerce na pandemia

Para se destacar da concorrência, é importante que você adapte o seu eCommerce e se atente às novas tendências do mercado. Aqui, elencamos algumas dicas para que você faça o seu eCommerce crescer durante a pandemia e o lockdown.

Tenha uma estrutura multicanal

O consumidor online não busca apenas produtos, mas uma experiência. Ou seja, a tendência omnichannel é fundamental para entender esse novo consumidor, para acompanhá-lo durante todo o funil de vendas. 

O poder de consumo está nas mãos do consumidor e ele acessa os mais diversos recursos antes de finalizar a compra.

A tendência é que o consumidor pesquise informações sobre o produto, compartilhe suas opiniões, teste no site ou em um aplicativo o produto. O consumidor atual tem um perfil mais exigente, e, na pandemia, o seu eCommerce precisa estar equipado para atender às suas demandas.

Foque no atendimento ao cliente 

O atendimento personalizado ao cliente é uma das tendências mais importantes. Como falamos acima, o consumidor busca ter uma experiência. Nesse sentido, é importante focar na relação com o seu cliente.

Você pode fazer isso através das redes sociais como Whatsapp, Instagram, e canais digitais, além da inteligência artificial.

Assim, você cria uma estratégia de atendimento mais personalizado e se aproxima ainda mais do seu público-alvo e potenciais clientes.

Se atente à logística

Com o aumento de vendas pela internet, muitos eCommerces tiveram dificuldades relacionadas à logística e estoque.

Com o avanço da pandemia, e a volta de uma quarentena mais dura, é importante que a sua empresa invista em tecnologia e uma logística inteligente. 

Assim, você garante competitividade nesse atual cenário.

Utilize a estratégia do email marketing

O email é uma das estratégias mais poderosas do mercado. Isso porque é muito barato e muito efetivo. É um canal mais próximo com os seus clientes e, através dele, você pode enviar conteúdos variados, novidades dos seus produtos, ofertas, lembretes de abandono de carrinho, etc. 

O email marketing garante que você estreite sua relação com o seus clientes e seus leads. 

Como é uma estratégia muito barata, com um dos maiores ROI do mercado, você não investe muito e tem um retorno muito maior, além de garantir que a sua base de inscritos lembre-se de você.

Afinal de contas, seus leads e clientes já possuem um interesse inicial na sua empresa e nos seus produtos. 

A relação mais próxima com a sua base de inscritos e estratégias de marketing baratas e potentes, é um diferencial para o seu eCommerce na pandemia em 2021.

Utilize ferramentas de captação de leads

Acima, falamos do email marketing, mas ele só dará frutos ao seu eCommerce se você tiver uma base de inscritos qualificada. Para isso, é importante gerar leads frescos e qualificados para garantir o aumento da sua taxa de conversão. 

Além disso, leads qualificados garantem um aumento na taxa de entrega e abertura dos seus emails. Criando engajamento no seu site, as ferramentas de captação de leads, vão transformar a experiência da sua audiência. 

Isso é fundamental para garantir a transformação de leads em novos clientes. Uma base de inscritos qualificada significa uma melhor utilização do poderoso canal que é o email marketing.

Essas ferramentas geram leads com as boas práticas do opt in, buscando interatividade, aumento da taxa de conversão e os pop ups interativos que transformam o seu site.

Garantindo, assim, a construção de uma base de inscritos de qualidade que certamente vão ajudar em suas estratégias de marketing.

Adapte seu eCommerce na pandemia em 2021

Com o aumento do setor em 2020, tivemos um boom de novas lojas e o mercado está cada vez mais competitivo.

Para garantir uma posição de destaque, é importante se atentar às dicas acima, para gerar novas vendas e aumentar o faturamento do seu eCommerce durante a pandemia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.